quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Manifesto nerd para uso de roupas geek.


  Levantai, Burros! Quadrupedes! É de nossa vontade que possamos ser nerds sem vergonha na cara! "Um espectro ronda (o resto do mundo) - o espectro (nerd)."

 A intolerância faz parte do nosso cotidiano coletivo. Vemos as mais variadas pessoas sendo preconceituosas com outras formas tão maravilhosamente diferentes, que não consigo compreender a cegueira moral do ofensor. Todos os dias eu sofro desse mal, e cada vez que eu acordo eu sei que vou ao trabalho e serei recriminado pelo o que sou e como me visto. Não sou um naturalista, não ando por aí mostrando a jabuleta. Também não uso um mullet, ou um decote que deixe a vista meus músculos nada sarados, ou os insuficientes pelos do peito. Não me besunto em óleo pra realçar as curvas da barriguinha de chopp... Quero dizer, e se fizesse? Qual o problema? ... Mas o fato é que não faço essas coisas. 

  Eu só gosto de super-heróis, heróis e coisas afins!!! Sim, em termos gerais, sou um nerd, mas sem o talento matemático...

  Deixe de lado a vergonha alheia, que ela só faz bem quando você fala de política. Esqueça essa história de tópicos absurdos de conversa! Nada disso existe! Para o nerd existem poucos limites de onde se pode chegar defendendo seu personagem favorito, ou imaginando até onde iria o poder de tal ser... Também não é do feitio do nerd, deixar de usar aquela roupa com estampa de HQ, só porque você, o filho (a) da música eletrônica e do sertanejo universitário, não consegue entender como um adulto pode se vestir assim! Ora... Pense duas vezes pra criticar com toda essa hipocrisia aqueles que fizeram valer sua diversão com os últimos grandes blockbusters (Todos os filmes que geraram Os Vingadores), porque se não houvesse um apelo de público enorme, você nem saberia o que é cinema 3D ou Avatar (James Cameron).
  Tenho camisetas com estampas do Batman, Superman.Tenho uma cueca do último, do Coringa e do Darth Vader, e pretendo adquirir a do Charada, pra piadas óbvias. Fora outras tantas vestimentas que fazem menção a temas nerds e da cultura pop, como a camiseta dos Los Pollos Hermanos, referência a Breaking Bad. O que não entendo é como alguém pode dizer que é brochante sair com um cara que usa uma cueca dessas, ou uma moça com uma calcinha do Cavaleiro das Trevas, Aqueles que cobram de seus parceiros (as) um pouco mais de bom humor, e finalmente o recebem assim, deveriam levantar as mãos pro céu e agradecer pela pessoa perfeita que está ao seu lado. E se um dia ao invés de uma fantasia convencional de bombeiro, empregada, etc, a pessoa aparecer como a Princesa Leia, ou Chewbacca, Spock, Uhura, Kirk, Arlequina, Hera Venenosa, (tinha um camarada que curtia a Samara, O Chamado) e outras tantas doideiras... Por favor, leve-a ao altar e declare amor eterno. Não são todos os dias que a Comic Con aparece no seu quarto para vocês divertirem.

Por Caio Terciotti - "Why so serious?".

4 comentários: