quarta-feira, 12 de março de 2014

feminismo! Finalmente algo bom escrito por um Homem.

...Então eu decidi escrever sobre mulheres, mas utilizando uma óptica diferente. A óptica Masculina. Mas, espera! Já fizeram. Aliás, já pensaram pela mulheres, falaram pelas mulheres também. Impediram as mulheres de falar, impediram as mulheres de se vestirem como quisessem, e se despirem...

Eu vou tentar mesmo assim. Hum... Difícil. Por onde começar?

Ok. Portanto quero dizer que é horrível para mulheres quando um Homem a trata como objeto, porque como mulher... bem, eu não sei. Sou Homem. Então, sobre a violência doméstica. Que horrível! Como a violência contra o ser humano é tão facilmente concebida hoje em dia, e quando se encosta em uma mulher, o que ela sente é... Bem... É... Eu não sei. Sou Homem. Que coisa. Mas a mulher se emancipou em meados da década de 40, ou 50, talvez 60. Não, não... 70, certeza! Eu não sei, sou “historiador”, mas sou um pouco machista, então nunca estudei direito sobre a história da força feminina. É complicado, porque no fim do século XIX a mulher já fazia greve e lutava... Então, não sei se é certo dizer, que somente na metade do século seguinte as mulheres se emanciparam.

Na verdade, estamos falando da grande maioria que foi as fábricas trabalhar, porque os Homens estavam na guerra. Pera lá! Então se não houvesse guerra e os “hómi” estivessem nas fábricas, as mulheres não trabalhariam? Hummm... Me parece um conceito muito radical que TODA mulher no passado era submissa. Eu não sei... Minha família Patriarcal não me incentivou muito a entender minorias. Que minorias? mulher é minoria? Quando estão juntas, mesmo que sejam duas, soam como milhares... RÁ RÁ RÁ RÁ...


Eu não tenho certeza se esse tipo de piada sexista ainda funciona. Reparou no silêncio? Ainda está meio constrangedor...

(silêncio).

Tudo bem, voltemos. Talvez fosse pílula anticoncepcional o principal símbolo da libertação feminina... Mas eu nem sei pra que serve tal pílula. A mulher poderia escolher com quem fazer sexo, e quando ter filhos... Mas mulher NENHUMA escolhia antes? Mesmo? Direcionavam o seu parceiro? Que coisa! Como é difícil saber como pensa e age uma mulher! Como aqueles grandes Intelectuais do passado conseguiam fazer isso? Aliás, como os “Intelectuais” de hoje conseguem fazer isso? Como um engenheiro, socialista“militante” formado pela PUC -RJ têm tamanha habilidade para discursar sobre o sentimento e ganhos femininos? Ele devia escrever nesse blog. Aqui nós só aceitamos opiniões como as nossas... rs. Queria poder falar assim: “Foi na década de 60, que a mulher percebeu...”!!! Minha nossa! Como ele sabe o momento exato que ela percebeu? Desculpe-me... ELAS, ele generaliza. Isso, senhoras e Senhores, é poder! Saber como pensam milhares de uma só vez. E ter certeza, eu disse CERTEZA, do momento exato dessa incrível transformação de mentalidade.

O prazer. mulher sente prazer em determinados pontos do corpo, conhecidos como, “zonas erógenas”. E eles são... São... Aqui e acolá.. Sabe? Ali! Alguns Homens escrevem sobre isso, são muito bons nessa análise. Afinal, todo Homem tem seios, vagina, vulva, clitóris, útero... Não, não tem. É não tem. Mas Homem sabe como satisfazer uma mulher. Nossa, que interessante. Só é estranho que muitas mulheres não conheceram o orgasmo com seus parceiros. Principalmente no casamento. Isso que deve ser uma relação saudável... Viva! Ah, mulheres! O que seriam dos Homens sem vocês. Já escreveram sobre isso também, porque o Homem tem outro superpoder: saber como seriam as coisas, se elas não tivessem acontecido.

Se as mulheres tem seu próprio dia, devíamos ter o dia do Homem. Porque as mulheres nos injustiçaram várias vezes. Mesmo! Elas bateram em nós por séculos, tomaram nossos empregos, ganham mais que nós, e fingem orgasmos... Pera.. Não está convincente...



Droga! Como pensam as mulheres?! Vou assistir ao filme do Mel Gibson. Lá ele ouvia os pensamentos das senhoras. Vou tomar aquele roteiro como ponto de estudo. Vou escrever um compêndio dos hábitos femininos. Com é seu habitat, alimentação, domínio de território. Mel Gibson é o cara. Assim como Richard Gere, Harrison Ford, Charlie Sheen, aquele feio de “... E o Vento Levou”... Esses caras entendem mulheres. DEVEM entender. Certo? Sim! Quantas vezes não foi feito algo sobre “conquistar” mulheres com eles? Hummm... Lá eles pregam  a ideia de objeto. mulher como a "coisa" a ser entendida e usada como for mais propício. Espero que tenha um manual então, todo instrumento tem.

Volto depois com um texto bem embasado.

Por Caio Terciotti - Daltonismo diastêmico. 

"Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas.
Geram pros seus maridos os novos filhos de Atenas."

Um comentário:

  1. Você não entende nada sobre as mulheres, porque você é um homem.
    Mas tenta entender, embora nunca será possível, porque você é homem.
    Arrisca uma análise de sentimentos e fatos históricos, mas não dá, porque você é homem.
    Obrigada por se interessar, se importar e querer compreender nossa luta, homem.

    ResponderExcluir